Não é uma tarefa fácil cuidar de uma empresa, gerenciar um negócio leva total dedicação, cuidados e atenção redobrada. Muitos empreendedores buscam uma forma de como organizar seu financeiro e quais formas evitar para que seu fluxo de caixa não piore. Para você, empreendedor, que também busca respostas para como melhorar seu fluxo financeiro, que deseja saber como se organizar melhor, a seguir mostraremos 7 passos de como chegar a melhoria do fluxo de caixa da sua empresa.

1. Planeje e organize o fluxo do seu dinheiro utilizando a ferramenta certa

Para uma gestão de sucesso, o primeiro passo a se fazer é planejar e organizar os tipos de despesas que sua empresa terá no mês e também o total de dinheiro que entrará. Normalmente muitos empreendedores utilizam planilhas para ter controle do financeiro, porém existem outras alternativas bem mais práticas, como por exemplo os sistemas de gestão financeira em nuvem. Ele entrega todo o controle financeiro detalhado e proporciona mais visibilidade das informações em tempo real, isso irá facilitar bastante na hora de tomar decisões. Ele também permite o acesso a diferentes lugares e dispensa todo o acúmulo de papéis e a ocupação de espaço para guardar as informações.

2. Domine o processo de conciliação bancária

Como explicamos antes sobre o sistema de gestão financeira, sobre a função dele, um benefício muito bom também é que com ele o empreendedor fica “livre” de ter que conferir manualmente todos os comprovantes de pagamentos e extratos bancários da empresa ao possibilitar um controle automatizado dessas operações na medida em que elas vão acontecendo. Esse sistema se encarrega de organizar detalhadamente todo financeiro.

3. Separe pessoa física de pessoa  jurídica

Por mais que a empresa seja sua, é fundamental que a conta bancária pessoal não seja vinculada à conta jurídica, dessa forma além de gerar mais organização, evita que haja descontroles no processo de utilização da caixa e comprometimentos dos pagamentos e levar seu negócio à falência. O ideal é ter contas bancárias separadas, assim, tanto seu patrimônio como o da instituição são preservados. 

4. Negociar prazos pode fazer toda a diferença entre ajustar ou afundar o fluxo de caixa

Em casos de orçamento enxuto, ter que pagar pela matéria prima na hora de comprar, ter o custo para produzir o produto ou implementar o serviço, vendê-lo, mas receber a prazo e receber o total da venda somente meses depois, pode ser um acelerador de problemas. Agora ter mais prazo para pagar os fornecedores e aumentar as vendas à vista (mesmo concedendo descontos plausíveis) se mostram estratégias favoráveis para fechar o mês com o saldo positivo.

5. Entenda o que os números estão falando

É necessário estar atento na hora de analisar o fluxo de caixa dos meses anteriores, lá é possível enxergar séries de despesas que repetem como: pagamento de insumos, funcionários, contras como água e luz em caso de atuação física, impostos e encargos). Saber identificar essas leituras ajuda a fazer estimativas de quanto se deve gastar nos meses seguintes.

O mesmo raciocínio pode ser aplicado com os valores que entram mensalmente. Pois quanto mais você observa, mais fácil será identificar períodos dos anos que podem ser melhores ou mais desafiadores. Essa distribuição prévia ajuda a fugir do vermelho no mês de baixa ou pode ajudar a antecipar investimentos caso o saldo da conta esteja positivo já no começo do mês.

6. Contadores são parceiros no caminho de prosperidade da empresa

É normal que muitos empreendedores possam estar com o tempo escasso para cuidar do próprio empreendimento e, ao mesmo tempo, fazendo análises mais detalhadas sobre despesas e receitas. Por isso que eles contam com a ajuda dos contadores, que mais do que ajudam a empresa a detectar desajustes precocemente e indicar soluções ágeis para ajustar o caixa e resolver problemas de descompasso entre receitas e despesas. Um primeiro caminho pode ser o de realocar, ou mesmo tentar ampliar arrecadação ou enxugar gastos.

 7. Use a tecnologia como investimento

Existem vários caminhos para controlar o fluxo de caixa, várias opções mais fáceis, que simplificam processos, automatizam tarefas e, mais importante, liberam o empreendedor para se concentrar em outros desafios. Algumas empresas, por exemplo, oferecem sistemas de gestão financeira compatíveis com os outros sistemas que já são utilizados para outras finalidades. 

Oferecendo preços acessíveis permitindo a realocação de funcionários que antes eram escalados para cumprir essas funções burocráticas. Até mesmo contratar um contador, a própria tecnologia pode qualificar o nível de informações levantadas e ajudar a “antecipar” diagnósticos sobre a gestão financeira.

Passo Extra – Controle taxas e trabalhe bem seu capital de giro

É extremamente necessário que você entenda a importância de estar com o capital de giro em dias, isso irá refletir bastante em sua empresa. Pois possuí-lo irá evitar problemas ainda maiores, você estará preparado para qualquer imprevisto que possa vir a querer desestabilizar o seu fluxo de caixa. Outro fator importantíssimo, é você entender quais tipos de capitais existem e qual deles é a melhor saída, por exemplo, a antecipação de recebíveis, é uma excelente saída. Um ótimo recurso para se garantir.

Mas o que Antecipação de Recebíveis

A antecipação de recebíveis é como um “adiantamento” que você recebe como garantia antes de receber pelo que vendeu. Por exemplo, quando a empresa vende um produto e serviço e oferece um pagamento por meio de parcelas ou até mesmo à vista também, significa que ele só receberá o dinheiro do pagamento apenas alguns dias ou meses depois – o que varia de acordo com a instituição onde o cliente optou para realizar o pagamento escolhido. A antecipação irá acelerar esse processo, lhe oferecendo um “adiantamento” desse dinheiro. 

Outro fator importantíssimo é que quando você for procurar por empresas responsáveis por este tipo de serviço, busque por uma empresa séria, segura e que já seja atuante há bastante tempo no mercado, como a Firma Capital. Uma empresa securitizadora que atua há mais de 10 anos e que busca sempre oferecer todo suporte ao caixa de sua empresa. 

Esses foram os 7 passos para melhorar o fluxo de caixa da sua empresa. Pois, agora que você entende melhor a importância que é manter o fluxo de caixa de sua empresa, você conseguirá ter um controle maior e mais firme para manter sua empresa próspera e livre de qualquer problema.