Conheça mais sobre análise SWOT

Conheça mais sobre análise SWOT
Conheça mais sobre análise SWOT

O que é análise SWOT?

Análise SWOT é a abreviação das palavras strengths, weaknesses, opportunities e threats. Em português a tradução fica análise FOFA, ou seja, forças, oportunidades, fraquezas e ameaças. A função principal da ferramenta é avaliar o ambiente interno e externo ao empreendimento, para otimizar o desempenho no mercado através da formulação de táticas.

A análise SWOT é um sistema simples para posicionar ou verificar a posição estratégica da empresa no ambiente em questão. O crédito para a criação é de Albert Humphrey, líder de pesquisa na Universidade de Stanford nas décadas de 1960 e 1970.

Tipos de análise SWOT:

Conheça mais sobre análise SWOT

Matriz SWOT tradicional: Representada por duas linhas e duas colunas, a Análise SWOT tradicional segue a mesma lógica, porém, organizando os fatores coletados de forma a favorecer uma lógica de associação entre eles.

Ambas as análises, a tradicional e a análise SWOT cruzada, em Excel ficam muito bem representadas.

Conheça mais sobre análise SWOT

Matriz SWOT em colunas: A Análise SWOT em colunas é a forma mais simples de representação da ferramenta. Ela tem maior aplicabilidade nos estágios iniciais da análise, já que permite a coleta e visualização de uma grande quantidade de fatores identificados.

Por outro lado, este modelo de representação não permite a visualização da relação de causa e efeito entre seus fatores, diferentemente da segunda, como veremos a seguir.

Conheça mais sobre análise SWOT

Como funciona e para que serve a Análise SWOT?

Com o objetivo de avaliar e compreender a atual situação da empresa para elaborar um planejamento estratégico mais adequado aos objetivos da organização, a Análise SWOT consiste no preenchimento de uma tabela que contempla tanto o cenário interno quanto externo da empresa.

A análise do ambiente interno fica por conta das duas primeiras bases que compõem o SWOT: Forças e Fraquezas. As forças são as vantagens internas em relação a outras empresas do mesmo segmento, enquanto as fraquezas são as desvantagens em comparação às concorrentes. A partir da contemplação dos resultados obtidos com o método, os gestores trabalham para eliminar as fraquezas e ressaltar as forças da organização.

A análise do ambiente externo, por sua vez, é realizada por meio da avaliação dos itens restantes – Oportunidades e Ameaças, que tratam das possíveis oportunidades que podem gerar ganho à empresa e identificação de possíveis ameaças à implementação de estratégias.

Ao combinar as análises do ambiente interno e externo, a organização tem em mãos um diagnóstico detalhado de sua situação atual e das oportunidades e ameaças que vêm por aí. Assim, a empresa pode se preparar para o futuro, com suporte de um estudo que provém de informações cruciais para a tomada de decisões mais assertivas e elaboração de um planejamento estratégico, que a ajude a alcançar os objetivos e resultados positivos que almeja no mercado.

Conheça mais sobre análise SWOT

Principais vantagens da matriz SWOT:

Posição estratégica: A análise dos ambientes e o levantamento das características da empresa facilitam para que os gestores identifiquem a posição estratégica do negócio.

Saber como a empresa está posicionada no mercado, assim como comparar a sua atuação com as demais opções disponíveis, são vantagens que podem ser analisadas com a matriz SWOT.

Oportunidade para novos produtos: A inovação é uma vantagem competitiva que dá destaque para empresas que investem nesse fator. Com a matriz SWOT, tendências para criar produtos também podem ser mapeadas.

Vale lembrar que para inovar não é preciso, necessariamente, provir de grandes tecnologias e investimentos altos. Desenvolver novas ou melhores soluções já é um passo para a inovação.

Melhora dos serviços e produtos: Diante do levantamento de informações feito para a matriz SWOT, outra vantagem é percebida: a possibilidade de identificar melhorias no portfólio do cliente.

Ajustes nos serviços oferecidos, por muitas vezes, estão de fácil acesso para pôr em prática, mas não são identificados por falta de visão mais analítica da empresa. Nesses casos, a ferramenta auxilia para apontá-los a fim de desenvolvê-los.

Priorização de ações: Com a construção da matriz SWOT, pode-se desenvolver planos e priorizar as atividades que precisam ter foco para atingir os objetivos do cliente.

As ações necessárias para atender às expectativas da empresa podem ser organizadas para que as demandas mais importantes tenham prioridade.

Análise das estratégias realizadas: Além de apontar para soluções futuras, a matriz SWOT permite que gestores avaliem as estratégias em andamento. Com isso, é possível verificar quais delas devem ser replicadas, ajustadas e, até mesmo, desconsideradas do planejamento da empresa.

Conheça mais sobre análise SWOT

Alguns dos objetivos da Análise SWOT:

  • Efetuar uma síntese das análises externas e internas.
  • Identificar itens chave para a gestão da organização, o que implica estabelecer prioridades de atuação.
  • Preparar opções estratégicas: riscos e problemas a resolver.
  • É através da análise que conseguimos o diagnóstico da empresa: fortalecimento dos pontos positivos, indicação de quais pontos devem melhorar, chances de crescimento, aumento das oportunidades, etc.
  • Realizar previsão de vendas em conformidade com as condições de mercado e capacidades da empresa no geral.
  • Ambiente interno (Forças e Fraquezas) – integração e padronização dos processos, eliminação de redundância e foco na atividade principal.
  • Ambiente externo (Oportunidades e Ameaças) – fiabilidade e confiança nos dados, informação imediata de apoio à gestão e decisão estratégica e redução de erros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *