Não é uma atitude muito sábia desenvolver metas para seu negócio e nunca mais visitá-las e não saber como andam. Principalmente se seu empreendimento é destinado à vendas. Aliás, os riscos são sempre eminentes e, qualquer vacilo pode significar um prejuízo ou, na pior das hipóteses, a falência. O que geralmente aumenta este risco é não apenas a falta de comunicação com seus vendedores e o baixo ou inexistente número de metas, mas também o descomprometimento, total ou parcial, com elas. Mas, quando não é isso que está acontecendo na sua empresa, mantenha o foco e ritmo. Monitore cada funcionário, as metas que receberam e se eles estão dando sinais de que conseguirão alcançá-las.

Tem dúvidas de como fazer isso? Acompanhe essas dicas!

01 Identifique o que não está dando certo

É natural, e até esperado, que nem todas as metas sejam realmente favoráveis ou que não se alcance o que se esperava delas. Aliás, a venda exige diálogo, convencimento, estratégia. Por isso, converse com sua equipe, promova treinamentos. Mas não só isso, também dê dicas de argumentos e tente identificar os melhores colaboradores para se ocuparem dessa função.

02 Fortaleça a equipe com o sentimento de unidade

Metas de vendas: como fazer o acompanhamento?

Pensar em vendas com um sentimento de individualidade pode não funcionar. Ao contrário, estimule seus funcionários a desenvolver o sentimento de responsabilidade comum, de que são eles os responsáveis por vender os produtos. E, mais que isso, são eles que anunciam a qualidade da empresa. Sem dúvida, quando seu empreendimento é de vendas, é importante lembrar que os vendedores assumem o protagonismo. Por isso, escute-os e fortaleça a consciência dessa importante e engajada participação em conjunto.

03 Visite as metas e revise-as, se são realmente possíveis

Em vendas, como em qualquer outro empreendimento, é preciso levar em consideração a atual realidade da empresa, e se as metas estão condizentes com esse estado. Analogamente, verifique o estoque, os produtos que tem mais saída, remodele as metas dando maior impulso aos itens que estão ficando de lado. Os esforços e estratégias, para eles, precisam ser outros. Entenda mais aqui como desenhar suas metas.

04 Conte com a ajuda de um software de gestão

Sem dúvida os softwares não podem substituir os vendedores. Aliás, eles podem trabalhar em parceria com seu negócio e melhorar, sobretudo, os quesitos que têm grande potencial de erro. Só para exemplificar, lembre-se dos itens acumulados e sem saída, dos em ausência ou baixo nível, como os em estoque e mais procurados, por exemplo. Aderir a um software é também uma forma de intensificar a motivação e alerta dos vendedores quanto aos deveres de cada um. Aproveite para conhecer mais sobre sistemas de gestão, clicando aqui.