O QUE É O DESCONTO DUPLICATAS?

O procedimento de Desconto de Duplicatas, também chamado de Desconto de Títulos, consiste no adiantamento de recebíveis de uma empresa por uma instituição financeira.

É bastante utilizado no adiantamento do recebimento de compras parceladas por clientes, situação na qual a instituição financeira realiza o pagamento integral à empresa cedente com os descontos aplicáveis e recebe o valor corrigido por juros do cliente final futuramente.

O que é o desconto de duplicatas?

TIPOS DE DESCONTO DUPLICATAS:

Cobrança simples: A empresa que detém a duplicata em mãos vai até a instituição financeira e a desconta. Em seguida, o comprador realiza o pagamento em dia e a instituição financeira recebe o valor.

Cobrança caucionada: Neste caso, a instituição financeira pede uma garantia para adiantar os valores à sua empresa. Normalmente pede como caução as duplicatas de todas as vendas da empresa para, somente depois, realizar o adiantamento.

Endosso de duplicata: Neste caso, o desconto de duplicatas é feito através do endosso destas para o banco. Ele pode ser do tipo mandato, no qual a instituição financeira fica apenas com a responsabilidade de cobrar o credor, ou translativo, em que os direitos do crédito são transferidos ao banco.7

Aceite de duplicata: A Lei Nº 5.474, de 18 de julho de 1968, conhecida como Lei das Duplicatas, estabelece que a duplicata é o único título de crédito admitido para documentar o saque do vendedor em um contrato de compra e venda mercantil. Ela deve conter, entre outras informações, “a declaração do reconhecimento de sua exatidão e da obrigação de pagá-la, a ser assinada pelo comprador, como aceite, cambial”.

O mais correto para o vendedor (sacador) é que o comprador (sacado) assine a sua concordância na própria duplicata. Essa assinatura é o que se denomina de aceite de duplicata; no entanto, há outras possibilidades de aceite. Veja quais são:

  • Aceite ordinário – É a assinatura de concordância feita na própria duplicata. O responsável pela empresa assina em um campo específico da duplicata ao receber o produto ou serviço, confirmando que aceita a compra.
  • Aceite presumido – O sacado recebe as mercadorias, assina um comprovante de recebimento, porém  não assina diretamente no título ou não o devolve. Neste caso,presume-se que esteve de acordo com a operação e aceitou o débito com a outra empresa.
  • Aceite por comunicação – O sacado não assina na duplicata, mas comunica à empresa sacadora por escrito, em papel, que está de acordo.
O que é o desconto de duplicatas?

PARA QUE SERVE O DESCONTO DUPLICATAS:

As duplicatas descontadas funcionam como um adiantamento de recursos dos bancos às empresas, correspondentes as vendas à prazo. Se uma empresa tem R$ 5.000 para receber de um cliente e tem a duplicata como prova do negócio, ela pode negociar o título com um banco para antecipar o recebimento do valor.

Faz-se importante saber que a empresa ainda terá a responsabilidade de cobrar os valores do seu cliente e, posteriormente, dar baixa no valor recebido do banco.

Porém, o recebimento não será no valor total, haverá dedução de despesas bancárias, taxas e outros encargos. Esse é o chamado desconto de duplicatas e é a partir dele que o banco é remunerado.

BENEFÍCIOS DO DESCONTO DUPLICATAS:

O que é o desconto de duplicatas?
Maior acesso ao capital de giro: Por intermédio da antecipação dos recebíveis, a partir dos descontos de duplicatas, torna-se possível ter um melhor acesso ao capital de giro, o que pode ser bastante vantajoso para que a organização quite algumas despesas, como:
Pagamento de contas atrasadas, salários de funcionários e aquisição de matéria-prima para manter o negócio funcionando.
O que é o desconto de duplicatas?
Juros mais atrativos: As taxas de juros que os bancos costumam cobrar (aproximadamente 8%) ao oferecerem empréstimos ou ao fazerem financiamentos são maiores do que as taxas cobradas em uma sociedade de incentivo mercantil.

As instituições de factoring trabalham com percentuais que giram em torno de 4,5% ao mês, a fim de que micros e pequenos empresários que não têm condições financeiras estáveis tenham a oportunidade de se adaptar ao amplo mundo do empreendedorismo.
O que é o desconto de duplicatas?
Melhora no fluxo de caixa: O fluxo de caixa é uma ferramenta muito importante para conseguir ter o controle da movimentação financeira da empresa, devido ao fato de ser por meio dele que as despesas e receitas ficam registradas. O fluxo de caixa pode otimizar a saúde das finanças do negócio, dependendo de como sua gestão é feita.

Isso acontece devido ao fato de ajudar na tomada de decisões, evidenciando elementos de risco que devem ser otimizados, antes que aconteçam maiores danos financeiros. Caso o fluxo de caixa não feche no final do mês, em razão de algum problema em sua empresa, as duplicatas descontadas podem ajudar muito, possibilitando ter o controle sobre ele e organizando o domínio das finanças do negócio.
O que é o desconto de duplicatas?

POR QUE PEDIR DESCONTO DE DUPLICATAS:

O desconto de duplicatas é uma opção de crédito considerada mais vantajosa que as demais, pois costuma ter taxas menores e um processo menos burocrático. Além disso, é uma grande estratégia para uma empresa obter capital de giro, manter um fluxo de caixa positivo e adquirir maior poder de negociação com fornecedores. 

A ferramenta financeira também é muito positiva para saldar dívidas, evitar atrasos nos pagamentos e juros de cheque especial.

O que é o desconto de duplicatas?

ENCARGOS DE UM DESCONTO DE DUPLICATAS:

Quando é feito o desconto de duplicatas, a instituição financeira fixa algumas taxas que são deduzidas do valor original do título, são elas:

  • IOF: o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incide sobre o valor nominal do título.
  • Taxa de Desconto: desconto bancário, que representa os juros mensais até o vencimento do documento.
  • Taxa administrativa: visa cobrir as despesas bancárias de abertura e controle de crédito.
O que é o desconto de duplicatas?

COMO CALCULAR O DESCONTO DE DUPLICATAS:

Para auxiliar no entendimento, vamos supor que a sua empresa queira descontar uma duplicata de R $10.000, com o prazo de 60 dias e com uma taxa de desconto de 1,5% ao mês.

Como já vimos, em cima do valor da duplicata (ou das duplicatas) precisamos descontar: Taxa de Desconto (Juros), Taxa Administrativa (TAC) e IOF.

O que é o desconto de duplicatas?
Juros:
Se o juros é 1,5% ao mês, primeiramente precisamos dividir a taxa por 30 dias e, considerando juros simples, após isso, multiplicar pelo tempo da operação, que nesse caso são 60 dias. Então teríamos:

1º Passo – 1,5% (taxa ao mês) dividido por 30 (dias) = 0,05% ao dia.
2º Passo – 0,05% (taxa ao dia) multiplicado por 60 (prazo da operação) = 3% para o período.
Após calcular a taxa do período, é só multiplicá-la pelo valor da operação:
3º Passo – 3% (taxa período) multiplicado por R$ 10.000,00 (valor da operação) = R$ 300,00
O que é o desconto de duplicatas?
IOF:
Atualmente, no Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incidem duas alíquotas:
IOF 1: 0,38% fixo sobre o valor da operação.
IOF 2: 0,0041% ao dia (ou 1,5% ao ano, máximo que pode ser cobrado) sobre o valor da operação.
Vamos aos cálculos:
IOF 1: 0,38% multiplicado por R$ 10.000,00 (valor da operação) = R$ 38,00
IOF 2: 0,0041% multiplicado por 60 (prazo da operação) multiplicado por R$ 10.000,00 (valor da operação) = R$ 24,60
Sendo assim, o cliente teria que pagar um total de R$ 62,60 de IOF (R$ 24,60 + R$ 38,00).
O que é o desconto de duplicatas?
Taxa Administrativa (ou TAC – Taxa de Abertura de Crédito):
Essa taxa é um valor fixo cobrado pela instituição financeira que está realizando a operação. Portanto, não é necessário realizar nenhum cálculo, somente consultar o valor da tarifa que é informado pelo banco na contratação.

Resumindo os pagamentos dos encargos de nossa operação:
Valor da Operação = R$ 10.000,00
Prazo = 60 dias
Juros = 1,5% a.m
________________________
Juros Pagos = R$ 300,00
IOF Pago = R$ 62,60
TAC = R$ 100,00
Total = R$ 462,60
__________
Valor Recebido pela Empresa = R$ 9.537,40