Dirigir uma empresa não é uma tarefa nada fácil, não é mesmo? Uma empresa requer todo cuidado possível e necessário para que continue adiante e venha cada vez mais crescer. Por isso um dos cuidados que devem ser muito visados e que necessitam ser usados e com bastante cuidado e organização, é a parte de gestão financeira. Mas afinal como fazer a gestão financeira da sua empresa, como funciona e o que é? 

Calma lá, que aqui vamos te mostrar tudo sobre para que você venha entender melhor e o passo a passo da gestão financeira para empresas. 

O que é Gestão Financeira?

Gestão financeira é um método de direção, organização, análise, controle e planejamento financeiro da empresa. Serve como uma forma de administrar de forma cautelosa o financeiro da empresa para evitar problemas financeiros futuros. Assim como controlamos nossos orçamentos financeiros pessoais, da mesma forma deve ser com as finanças da empresa, para garantir que os ganhos sejam suficientes para arcar com os gastos e ainda sobrar um caixa de lucro para o empreendedor.

Quais as funções da Gestão Financeira?

Na parte de gestão financeira existem várias funções a oferecer como análise de resultados; planejamento financeiro; captação de recursos; levantamento de custos; análise de investimentos; gestão de cobrança; controle de fluxo de caixa; controle de contas a receber e a pagar e etc. Aqui destacamos 4 funções ou cargos que fazem a gestão financeira acontecer:

Controladoria

Estes, são os profissionais responsáveis pela organização e controle das finanças da empresa. 

Planejamento financeiro

O profissional que é responsável pelo planejamento direciona as diretrizes para tornar-se um negócio ou uma ideia rentável, apresentando todos os recursos, metas e prazos que não ponham em risco a saúde do caixa da empresa.

Administração de ativos

Esta área tem como objetivo extrair valor de todos os ativos da empresa, por meio de balanceamento dos custos, oportunidades e riscos dos ativos para atingir os objetivos do negócio.

Administração de passivos

Seu objetivo é gerenciar toda a estrutura de financiamentos da empresa e garantir um capital com mais liquidez.

Qual a importância do controle financeiro na empresa?

Todo negócio que deseja crescer necessita se preocupar com o uso de recursos financeiros, assim será possível se certificar de que os gastos estão sendo bem direcionados para os setores corretos. Além disso, com uma boa administração, se torna possível cortar custos extras. 

Todos estes fatores impactam também diretamente na saúde da empresa e na garantia de sua continuação e influência em seu crescimento. Pois, quanto mais consistente e persistente for a gestão financeira de uma companhia, maior serão suas chances de alcançar suas metas. Na prática, essa conduta é importante para:

  • Buscar aumentar a receita em prol de um caixa positivo;
  • Investir da melhor maneira no crescimento da empresa;
  • Honrar os compromissos financeiros da companhia;
  • Não falhar na folha de pagamento dos funcionários;
  • Realizar comissões de vendas justas;
  • Cuidar do patrimônio da empresa;
  • Ter uma cultura de crescimento estruturada;
  • Atrair investidores.

Quais os objetivos da Gestão Financeira?

Os objetivos da gestão financeira, são simples e importantíssimas como planejar, organizar, direcionar e controlar o capital da empresa. É guiar as decisões de investimentos, de uso de capital para ferramentas e tecnologias e todos os tipos de pagamento de contas da empresa. Quando uma empresa busca recursos para cuidado e alegoria, ele busca também asseguridade como:

  •  Fornecimento: Obter suprimentos/produtos regular e adequada;
  •  Recursos: Aquisição e uso correto dos bens da empresa;
  •  Capitais: planejamento sólido para um melhor equilíbrio em relação a gastos e ganhos da empresa.

Agora que você entende melhor sobre a gestão, vamos aos passos a passos da gestão financeira, para que assim você saiba como evitar problemas futuros na sua empresa.

1. Evite erros para não ocorrer queda na empresa

Muitos empreendedores iniciantes cometem alguns erros financeiros, que de cara poderiam ser facilmente evitados. Por isso é importante você entender e saber quais são esses erros e como evitá-los para que não venham acontecer com você e refletir causando prejuízos na empresa. Por isso evite:

Misturar as contas pessoal com jurídico

Esse tipo de situação pode trazer diversos prejuízos para o andamento do negócio com as retiradas constantes. Por isso organize-se bem!

Não definir um pró-labore (remuneração mensal)

Quando o valor não é de fato determinado, o empreendedor acaba retirando o dinheiro extra que fica no caixa da empresa para o pagamento das contas pessoais, prejudicando assim todo o orçamento e ciclo financeiro da empresa. Por isso procure definir um valor e se limitar a ele, mesmo que a empresa tenha tido mais lucros no mês.

Não criar uma reserva financeira

Isso é um problema gravíssimo e que deve estar constantemente atento, pois sabemos bem que imprevistos sempre acontecem a todo momento, e sua empresa precisa estar preparada para enfrentar qualquer tipo de situação. E caso venha acontecer de sua empresa passar por uma crise financeira, você tenha como sustentar ela, como por exemplo o capital de giro. Com ele você não precisará se preocupar, pois caso venha ocorrer algo na sua empresa você já terá de onde tirar, e uma das formas muito boas de se conseguir o capital de giro é através da antecipação de recebíveis. Optar por antecipação de recebíveis é uma excelente ideia a se fazer, pois ao realizar a antecipação em caso de crise em que você irá precisar o mais rápido possível do dinheiro, você estará antecipando os recebimentos de um pagamento de cliente que só seria realizado nos próximos meses.

Como a forma de pagamento a prazo é bastante comum. A antecipação de recebíveis oferece juros mais baixos e rapidez. Para conseguir a antecipação vá atrás de uma instituição financeira que ofereça este tipo de serviço, como a Firma Capital, uma empresa securitizadora que é atuante há mais de 10 anos no mercado, trabalhando com agilidade, parceria e transparência, que busca sempre oferecer a solução para os problemas da sua empresa. Assim você estará mais uma vez evitando sua empresa a passar por problemas futuros e assim ocasionar quedas.

2. Faça Planejamentos

Como falamos mais no começo, a gestão financeira é movida a planejamento. Pois com um bom planejamento a empresa poderá seguir despreocupada, pois estará com suas finanças completamente organizadas e com profissionais sempre atentos a qualquer desregularização do controle de finanças da empresa.

3. Fique atento a todo e qualquer tipo de gastos de sua empresa

 É necessário ficar atento a todo tipo de gastos que a empresa venha ter, seja:

  • Com pagamento salarial de funcionários;
  • Equipamentos;
  • Contas de energia elétrica;
  • Obtenção de insumos entre outros.

4. Tenha uma gestão financeira eficaz

Com tudo o que falamos, se você deseja mesmo garantir um sucesso na administração nos fundos de sua empresa, basta seguir o plano que descrevemos abaixo, assim você poderá ficar completamente tranquilo sabendo que sua empresa certamente continuará crescendo.

Veja abaixo:

  • Tenha um planejamento financeiro bem feito
  • Tenha uma cultura de gastos
  • Use a tecnologia
  • Possua automação de processos
  • Conte com profissionais especializados
  • Tenha previsibilidade de receita.

Seguindo esta ideia e a colocando em prática será sucesso para a gestão financeira de sua empresa.

Estes foram nossos passos a passos da gestão financeira, esperamos que este artigo o ajude bastante.