Política cambial entenda mais sobre o assunto

Política cambial entenda mais sobre o assunto

O que é política cambial?

A política cambial é um conjunto de medidas que um país adota em sua moeda, visando controlar sua relação com as moedas estrangeiras.

Este tipo de política é feita pelo Banco Central (BACEN) em conjunto com a sua Política Monetária e Fiscal, com o objetivo de adotar as taxas de câmbio mais adequadas.

A política cambial pode acontecer, por exemplo, quando o governo deseja controlar a inflação do país, ou quando deseja expandir a economia, realizando intervenções.

Política cambial entenda mais sobre o assunto

Política cambial no Brasil:

O Brasil passou a adotar o Real como moeda a partir de 1994 em câmbio híbrido (banda cambial) até 1999, quando foi liberado, tornando o câmbio flutuante.

O câmbio do Brasil é conhecido como “flutuante sujo”, pois apesar de livre na oferta e demanda, o BACEN intervém quando é preciso apreciar ou depreciar o Real.

Em conjunto com as políticas monetária e fiscal, o governo brasileiro adota metas conhecidas como “tripé macroeconômico”.

Política cambial entenda mais sobre o assunto

Principais características da Política Cambial:

A política cambial representa todas as ferramentas utilizadas pelo Banco Central (BACEN) para traçar um valor da moeda brasileira frente às moedas de outros países, como é o caso do dólar norte-americano.

Dessa forma, é a política cambial que normatiza o regime de câmbio. Tal regime pode ser dividido em:

  • Câmbio fixo: Valor fixo para a moeda local.
  • Câmbio flutuante: O valor da moeda dependerá das condições de mercado. Os bancos centrais costumam trabalhar com esse câmbio quando acham necessário.
  • Banda cambial: O valor possui um mínimo e um máximo, na tentativa de estabelecer uma transição entre o câmbio fluxo e o flutuante.
Política cambial entenda mais sobre o assunto

Quais são os impactos da política cambial na vida dos brasileiros?

A variação cambial não preocupa tantos brasileiros, pois muitos acreditam que a variação de moedas estrangeiras, como o dólar, não afetam suas vidas. Essa ideia é um grande equívoco, pois desde os produtos mais simples que você compra no dia a dia, até produtos financeiros mais complexos.

O valor das mercadorias que são importadas e exportadas são afetadas pela taxa de câmbio, dessa forma, se há flutuação, essas operações são afetadas.

Quando muitos produtos são exportados, o preço do mercado nacional pode aumentar, causando inflação e a perda de compra dos cidadãos. Ou seja, reduz o rendimento e faz com que sobre menos dinheiro no bolso do consumidor. 

Em contrapartida, quando a moeda nacional está com o preço muito alto, os estrangeiros se sentem desencorajados a comprar os produtos do país. Isso desaquece a indústria nacional, podendo causar o fechamento de postos de trabalho e levar ao desemprego.

Os investimentos são diretamente afetados pela política cambial. Alguns produtos são precificados com base em moedas estrangeiras e outros são originários de empresas de outros países. Dessa forma, a política cambial interfere no lucro que o investidor vai ter. 

Manter a política cambial é fundamental para promover o equilíbrio da economia no país e na vida das pessoas. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *