Securitizadoras de Créditos, suas categorias e atividades

Securitizadoras de Créditos, suas categorias e atividades
Securitizadoras de Créditos, suas categorias e atividades

A securitização é um processo de proteção de uma dívida e garante ao credor o pagamento antecipado. Essa dívida é transformada em títulos, que são vendidos a investidores. São eles que, no momento de quitação, receberão o pagamento total.

A securitizadora funciona como intermediadora da operação entre cedente e investidor. É essa instituição financeira que transforma as dívidas em ativos, que podem ser emitidos como títulos ou valores mobiliários.

Contudo, a securitização vai além do mercado de hipotecas. Ela pode envolver o agrupamento de dívidas contratuais, como financiamentos para automóveis e obrigações de dívida de cartão de crédito, ou quaisquer ativos que gerem recebíveis.

SECURITIZADORAS DE CRÉDITOS, SUAS CATEGORIAS E ATIVIDADES:

Securitizadoras de Créditos, suas categorias e atividades
Securitizadoras de Créditos Financeiros: São Sociedades de Propósito Específico – SPE, constituídas com objeto exclusivo para aquisição e securitização de “créditos financeiros”, conforme definido no art. 1º da Resolução BACEN nº 2.686 – 25/01/2000, quais sejam: “créditos oriundos de operações praticadas por bancos, sociedades de crédito, financiamento e investimento, associações de poupança e empréstimo e pela Caixa Econômica Federal”.  Resolução  BACEN nº 2.686 – 26/01/2000

Securitizadoras de Créditos, suas categorias e atividades
Securitizados de Crédito do Agronegócio: As Companhias Securitizadoras de Direitos Creditórios do Agronegócio são instituições não financeiras constituídas sob a forma de sociedade por ações e terão por finalidade a aquisição e securitização desses direitos e a emissão e colocação de certificados de Recebíveis do Agronegócio no mercado financeiro e de capitais. Lei 11.076/2004 – artigo 38

Securitizadoras de Créditos, suas categorias e atividades
Securitizadoras de Créditos Imobiliários: É o processo realizado pelas Companhias Securitizadoras que adquirem Créditos Imobiliários para lastreada em títulos imobiliários (Certificados de Recebíveis Imobiliários – CRIs) que serão negociados no Mercado de Capitais.

Com os recursos captados de investidores, as companhias securitizadoras podem pagar os créditos adquiridos ou comprar novos créditos imobiliários, alimentando a atividade imobiliária operacional, a partir do adiantamento de receitas para as empresas originadoras dos créditos.
Securitizadoras de Créditos, suas categorias e atividades
Securitizadoras de Ativos Empresariais: São Sociedades de Propósito Específico – SPE, instituições não financeiras, constituídas com objeto exclusivo para aquisição e securitização de “Ativos Empresariais”  oriundos de operações praticadas por empresas industriais, comerciais ou de serviços (originadores), com fluxo de recebimento futuro, representados por duplicatas, cheques pós-datados, recebíveis de cartões de crédito, contratos de aluguéis, contratos de fornecimento de mercadorias ou produtos, para entrega futura ou outros, tendo a sua base legal e fundamento nas Leis 6.474/76 (S.A.), 10.406/2002 (CCB), Lei 9.718/98 (Tributação), nas Instruções Normativa e pronunciamentos emanados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e na jurisprudência . Podemos dizer que Securitização é a conversão de dívida em investimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.